Monday, May 01, 2006

AVALIAÇÂO

Infelizmente, nos deparamos com um método de avaliaçao que clasifica,seleciona e exclui e acaba não contribuindo para o aprendizado.Essa avaliação sendo feita de forma global e não pontual;ou seja observando o interesse do aluno, a disposição para aprender,a participação ela vai sinalizar não só para o professor mas tambem para os alunos os seus avanços.O valor númerico em determinada prova só é mais um dispositivo usado para permitir que o professor auxilie o aluno a continuar caminhando.

Síntese da aula do dia 25,PLANEJAMENTO
Com a apresentação das equipes,tivemos a oportunidade de conhecer mais sobre planejamento escolar,para termos subsidios para construção de um planejamento.
O planejamento é uma atividade que exige troca de informações. É necessário pesquisar as necessidades reais de aprendizagem.
Para planejar é preciso que o professor seja criativo na elaboração das aulas, pesquisar sempre, estebelecer prioridades,ser flexível para replanejar sempre que necessário.Tambem precisa ser levado em conta as caracteristicas e necessidades de aprendizagem dos alunos, o conteúdo de cada série,as condições objetivas de trabalho.
Com tudo isso, podemos definir o que vai ser ensinado,como vai ser ensinado,quando vai ser ensinado.O que,como e quando avaliar.

Tuesday, April 25, 2006

Colegas passo para voces um site muito rico em informações que possue varios linkes.Antem por ai!
www.centorefeducacional.com.br/progcont.htm

Boa noite para todos!

No que diz respeito à habilidade didática o ponto essencial a ser desenvolvido durante a formação do professor é o monitoramento concreto do processo de planejamento didático. Nos parece que é indispensável oferecer ao futuro professor a possibilidade de experimentar, mesmo que em pequena escala, a elaboração e execução de um planejamento didático, incluindo sua adaptação ‘on line’ às características dos estudantes e à situação local, e também sua análise após a conclusão da experiência. Em nossa opinião é principalmente durante a análise final que poderá ser explicitado e discutido todo o conhecimento teórico referente à didática das ciências, culminando com a elaboração de um novo planejamento muito mais consciente e coerente com a qualidade da aprendizagem.
Os futuros professores necessitam vivenciar, ao longo de todo o currículo, uma interação dialógica com seus docentes e com seus colegas. Isso sugere que sejam valorizadas, durante todo o currículo, as atividades que envolvem o discurso dos estudantes: debates durante a resolução de problemas, defesa de trabalhos desenvolvidos, produção por parte do estudante de um diário, endereçado ao professor, contendo suas reflexões e dúvidas, a elaboração de relatórios sobre atividades práticas desenvolvidas, a serem utilizados por colegas para melhorar sua eficiência. A atenção de docentes e futuros professores deverá ser focalizada sobre o conteúdo explícito e implícito das justificativas proferidas em cada caso, inclusive nas contestações, e sobre a capacidade de convencimento dos modos de argumentar.

1) A Formação Inicial
Para promover a competência profissional dos futuros professores, algumas sugestões parecem merecer destaque. Uma análise mais detalhada desse problema poderá ser encontrado em outro trabalho (Villani, 1995).
No que concerne à competência científica sugerimos
a) Uma progressiva mudança de enfoque em favor de uma tomada de consciência por parte do futuro professor da importância da competência disciplinar para a atuação didática. Aquilo que é proposto como problema deve ser por ele reconhecido como significativo em relação à sua futura atividade didática. Isso implica, por exemplo, no abandono, pelo menos como regra geral, das formulações abstratas das questões (Nachtigall, 1990), em favor da utilização abundante de problemas mais próximos da realidade, capazes de despertar mais o interesse dos estudantes. Também a contínua reflexão sobre o nível de simplificação dos problemas que aparecem nos textos didáticos ou a apresentação de situações sem a especificação inicial dos parâmetros relevantes (Gil et al., 1988), podem ser considerados exemplos significativos dessa tendência.
b) A procura de equilíbrio, no currículo escolar, entre conhecimento teórico, experimental e heurístico, com a perspectiva de um aprofundamento dependendo das preferências dos estudantes. Cada um desses aspectos pode ser o ponto de referência mais apropriado para a elaboração dos pontos essenciais a serem atingidos no trabalho de sala de aula e para a conseqüente estruturação da atividade didática. Em outras palavras a competência científica do futuro professor tem que ser tanto quanto possível, o resultado de uma escolha e de uma construção pessoal que lhe permita programar e reelaborar planejamentos didáticos pessoais

Olá pessoal,na apresentação de hoje,no ponto abordado por mim, que foi:O ensino e as condições iniciais dos alunos,eu acabei não lendo algo que encontrei em um site,resolvi então postar para que voces tenham a oportunidade de lerem.
"Umponto crucial do ensinar a turma toda é reconhecer o outro em sua inteligencia e valorizá-lo, de acordo com seus saberes e com sua identidade sócio-cultural.Sem estabelecer uma referência,mas investindo nas diferenças e na riqueza de um ambiente que confronta significados, desejos,experiência,o professor deve garantir a liberdade e a diversidade das opiniões dos alunos e nesse sentido ele é obrigado a abandonar crenças e comportamentos que negam ao aluno a possibilidade de aprender a partir do que sabe e chegar até onde é capaz de progredir.

Monday, April 24, 2006

Relato PCNs (2°parte)

Os alunos precisam desenvolver uma postura reflexiva e investigativa para não aceitar ideias e informações sem a autonomia de pensamento e de ação.
O ensino de Ciencias Naturais tem sido conduzido de forma desinteressante e pouco comprieensível.As teorias científicas por sua complexidade e de difícil abstração não consegue ter uma comunicação direta com os alunos.
A aprendizagem significativa será adquirida,quando existir uma relação entre a vivencia e a cultura com os muitos conteúdos ensinados.
Um outro ponto a ser vencido é a abordagem fragmentada das Ciencias Naturais,que é negativo para a assimilação dos conteúdos.

Thursday, April 20, 2006

Turma hoje a chuva atrapalhou a aula,que inclusive não teve,mas a professora postou tudo que pretende nas aulas que vão acontecer.Portanto respirem e preparem-se,pois o processo só está começando.Bom feriado para todos,e um forte abraço.

blogtoti Gente! faltaram algunhas pessoas postarem os comentários das resposta do texto de Delizoicov.As respostas se encontram nos blogues de :Jorge,Rosileide,Ive,Maitê,Areta ou Jeorge Ok!

Tuesday, April 18, 2006

Ola golegas,gostaria de salientar que as respostas e os resultados dos trabalhos da minha equipe que composta por mim,Maitê e Joselice estão postadas no blogue de Maitê.Por favor sejam breves em postar os comentários da resposta da equipe para que possamos imprimir.Boa noite e até breve .Beijos

Monday, April 17, 2006

Relato sobre os PCNs(1°parte)

O ensino de ciencias na escola fundamental é relativamente nova. Só em 1971 com a lei 5.692 a ciencias passou a ter carater obrigatório nas oito séries do primeiro grau .
O ensino tradicional imperava onde aos professores cabiam a transmissão de conhecimentos acumulados pela humanidade por meio de aulas expositivas;e aos alunos a reprodução das informações. O questionário era o recurso de estudo e avaliação.
Tanto o avanço do conhecimento científico como as demandas pedagógicas geradas pelo movimento denominado Escola Nova foram responsáveis pela procura de renovação do ensino de Ciencias Naturais.
Com observações houve a percepção que os estudantes possuiam ideias elaboradas sobre os fenomenos naturais,que foram construídos ativamente por eles, em seu meio social, independente do ensino formal da escola.

Monday, March 27, 2006

Olá turma,houve um problema com minha apresentação.Portanto farei novamente.Meu nome é Joana Paixão,sou casada tenho duas lindas filhas.Faço o 7ºsemestre em lic em ciencias naturais na UFBa,espero aprofeitar o maximo da disciplina Ensinode Ciencias, para meu aperfeiçoamento.Que todos fiquem bem.